× iCasei

Baixe o App do nosso casamento e busque: pamellaemarcelo

Baixar

Pâmella e Marcelo

SEJAM BEM-VINDOS AO NOSSO SITE
Pâmella e Marcelo

Sobre os noivos

Aqui vamos dividir um pouco de nossa história e deixar vocês descobrirem o segredo de como duas pessoas tão distintas se amam, se sustentam e se completam...

Quando nos conhecemos ela já tinha certeza que eu era o homem da vida dela, também, um homão desse, quem resistiria ...

Eu me fiz de difícil, e ela não esmoreceu. Conseguiu meu telefone e começamos a conversar ...

Me lembro do primeiro dia que consegui uma licença e fui ao centro de Angra procurar uma lan house (é ... isso existia) para nos falarmos ... ela parecia uma menininha de uns 15 anos. Sentada sobre a cama, envergonhada, como se eu fosse sua primeira experiencia amorosa (ela vai negar ... e daí, em quem vocês vão confiar? ... ;P ) 

Em meio as semanas de internato e os finais de semanas divididos entre carinho de mãe, responsabilidades do curso, torciamos para ter nossos momentos juntos. Em um ano juntos tinhamos nos vistos quase 30 dias ... ufa uma vitória! As amigas dela achavam ela louca ... o que um menino, que não parava em casa, podia dar pra ela. Bem ... hoje a resposta é: uma aliança, um futuro, um voto de confiança, dedicação e paciência, e como eu exercitei esta última...

Bem, acho que já falei demais ... deixo vocês com a versão da Pam, Abraços.

Fotos Recentes

Será que consigo me expressar tão bem quanto ele?!

Sim, eu fui atrás do telefone dele angel CONFESSO!!! Mas até então não havia me dado conta que podia ser presa!

"Eduardo e Mônica?! Pode ser ... Ele prefere a calmaria ... Ela marca 1.000 coisas pra fazer no final de semana que só tem 48 horas, mas eles se entendem e no final dá tudo certo!!"

Mesmo com todas as pressões sociais, me deixei envolver e quando fui ver já nos falávamos todos os dias por sms (não tinha whatsapp). Quer dizer, quase todos os dias ... vida de internato ... "a internet não pega no alojamento!" ... provas ...

Os primeiros seis meses: nos finais de semana ele pegava a Rio-Santos sentido Rio, e eu, sentido Angra. Os seis seguintes, adaptação da Escola Naval. Era o namorado fantasma, todos ouviam falar, mas ninguém conhecia.

Depois de um ano ... conhece um grupo de amigos aqui, outros no aniversário ali. Quando não conhecia ninguém, chegava mudo e saia calado. Com o tempo ele pega intimidade aí já era ... leva 12 argentinos pro aniversário alheio, se convida pra ir passar carnaval na casa dos pais dos amigos e assim vai.

Quem vê o rapaz sério não sabe o palhaço (as vezes rabugento e insistente com suas convicções) que existe por trás das lentes.

E assim já se vão mais de sete anos...

Será que convenci vocês?!

Pâmella